Skip to main content

O valor de uma aliança de casamento

Tem gente que casa na igreja, tem gente que casa no campo, tem quem casa na praia e há os que casam na própria casa. Independente do lugar em que é realizada a cerimônia, a união entre duas pessoas é um dos rituais mais antigos que existem. Por muito tempo foi relacionado diretamente à Igreja Católica, já que consiste como um dos sacramentos oficiais dessa religião, ao lado do batismo e da eucaristia. Mas outras religiões também celebram e oficializam uma relação existente entre duas pessoas.

Até um período bem próximo, entretanto mais comum na Idade Média, as bodas eram arranjadas pelos pais dos noivos. Isso ocorria para manter ou aumentar o poder das principais famílias dos reinos. Assim, para realizar as núpcias, era exigido um dote, um pagamento, entre os clãs. Geralmente esse valor era dado em terras, mas a troca por títulos de nobreza também era usual.

As joias familiares eram entregues como complemento do dote, ou dependendo do valor delas, como o próprio dote. Era muito comum, dessa forma, que um anel, utilizado como uma aliança de casamento, se perpetuasse por séculos na mesma família, passando de geração em geração. Transformando-se, assim, no próprio símbolo da estirpe.

As alianças, com isso, de simples anéis, transformaram-se na representação maior de uma relação. Sendo, hoje, a principal joia que um casal pode ter consigo. Em decorrência desse fato costumam ser feitas com o metal mais precioso que pode existir, o ouro.

Apesar da maioria das alianças serem feitas desse mesmo metal, há uma série de características que as diferem entre si. Tendo, portanto, diversos modelos disponíveis, desde os mais baratos e acessíveis, até os mais delicados e originais.

O valor de uma aliança de casamento

Uma das características que diferencia as alianças, uma das outras, é a sua largura. Há modelos mais finos que costumam ser mais baratos. Assim como, também, há modelos mais largos, geralmente com preços um pouco mais elevados. A diferença de preço se dá, nesses casos, principalmente pela quantidade de metal precioso que contém na joia. As maiores costumam ser mais pesadas. E o valor do ouro é cotado em gramas, sendo, portanto, diretamente proporcional o preço com o peso.O valor de uma aliança de casamento

Outro fator que age diretamente nos valores que uma aliança pode ter, é se a joia tem em si pedras preciosas como rubis, esmeraldas ou diamantes. Sendo esses últimos mais comuns em peças para casamento. Dependendo da quantidade dessas pedras o valor da aliança pode subir muito.

O valor de uma aliança de casamentoO design da peça pode ser, também, decisivo no preço que ela tem. Há alianças que são lisas e têm pouco trabalho criativo nelas. Essas costumam ser mais baratas. Outras, entretanto, possuem uma identidade de formato, que as fazem únicas, dando-lhes uma beleza digna de obras de arte.ALIANÇA LISA SATURNO EM OURO 18K COM 6,5 MM DE LARGURA ANATÔMICA COM DIAMANTES

Para terminar, há as que contém tudo isso em uma única peça. Quando uma aliança é mais larga, possui pedras preciosas e possui um delicado trabalho de design, seu valor costuma ser mais alto. Mas, a joia que os noivos vão adquirir é, também, única. Mais que um anel, trata-se de um artefato que simbolizará o destino da família que irá se formar e se perpetuar de gerações em gerações tendo essa aliança como o lastro físico de um amor extra físico.

Escolher, portanto, uma aliança tem os seus segredos. Confira no site da Kumbayá Joias os variados modelos que disponibilizamos para você que vai se casar e está procurando por uma aliança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *